Pular para o conteúdo principal

Destaques

REVIEW: MULHER MARAVILHA 1984

Pôster do Filme Autor: Daniel Moreira   REVIEW: MULHER MARAVILHA 1984  Estamos vivendo uma revolução na forma de ver filmes, os serviços de streaming estão cada vez mais conquistando o seu espaço no dia-a-dia dos espectadores e a grande aposta do HBOMAX foi justamente a estreia de um dos maiores filmes do ano no serviço de streaming e nos cinemas ao mesmo tempo. Se isso vai ser o novo normal ou se vai trazer lucros só o tempo dirá, o fato é que Mulher Maravilha 1984 está entre nós. Atenção, essa review pode conter leves spoilers. Um artefato muito antigo criado por um Deus concede aquele que o possui o seu maior desejo, infelizmente vai parar em mãos erradas e a Mulher Maravilha precisa enfrentar o vilão e impedir o fim do mundo. Patty Jankins retorna na direção da sequência, dessa vez muito mais a vontade. Devido ao grande sucesso do primeiro filme, o estúdio deu carta branca pra ela criar a sua versão e isso é refletido nas poucas cenas de ação, nos diálogos profundos e na mensa

Expressionismo na Literatura

expressionismo na literatura


Autor: Luca Alves

Expressionismo na Literatura


Oficializado em 1905 na Alemanha pelo grupo Die Bücke, ao surgimento do movimento expressionista é pouco difícil de definir uma data e uma localização geográfica com precisão, pois no final do século XIX a estética expressionista já era bem difundida por nomes do pós-impressionismo como Vincent Van Gogh, Paul Cézanne e Edvard Munch que também são creditados como precursores do movimento expressionista. Seu surgimento foi concomitante ao surgimento do Futurismo na Itália e do Cubismo da França, e com os posteriores movimentos do início do século XX, como o Dadaísmo e o Surrealismo, o Expressionismo é uma das vanguardas deste período - as conhecidas como as Vanguardas Europeias. 

Na literatura, o Expressionismo buscava concretizar os sentidos internos do autor, uma vez que a principal característica do movimento era justamente por em evidência, de maneira exagerada e pouco ligada com o sentido de belo ou feio, a sua subjetividade. É um processo inverso ao movimento impressionista que antecedeu o movimento expressionista. Os adventos da sociedade moderna bem como os avanços tecnicocientíficos e a Primeira Guerra Mundial criaram uma aura soturna em torno da sociedade, e os sentimentos de angustia, ansiedade e inquietação estiveram vigentes durante esse período. Para a escrita, os expressionistas aderiram ao ilogismo típico das vanguardas que tinham por finalidade de atingir a burguesia por meio da quebra dos padrões academicistas. Suas produções eram de análise minuciosa do subconsciente das personagens e estruturada em frases curtas e diretas. 


No Brasil, o Expressionismo influenciou o Modernismo pelas obras de Anita Malfatti. Precursora do movimento modernista, Anita estudou na Academia de Belas Artes em Berlim, onde absorveu bastante do expressionismo alemão para as suas obras que foram expostas na Primeira Exposição de Arte Moderna no Brasil em 1917 - evento creditado como o início de um processo que culminaria na oficialização do Modernismo no Brasil pela Semana de Arte Moderna. 

Minhas Redes Sociais:


Comentários

Postagens mais visitadas