Pular para o conteúdo principal

Destaques

REVIEW: LOVE, VICTOR - 1ª Temporada

Autor: Daniel Moreira
REVIEW LOVE, VICTOR - 1ª Temporada
Love, Victor é uma série original da Hulu (antigamente feita para o Disney+) que conta a história de Victor, um garoto que se mudou para Atlanta e é o mais novo aluno da Creekwood High School, onde vive uma jornada de adaptação e autodescoberta. A série que é uma sequência direta do filme de 2018 Com Amor, Simon, conta com participações especiais dos atores do filme além de ser referenciada em vários momentos, você não precisa assistir ao filme para entender a série, mas com toda certeza faz você ter uma experiência mais intimista.
LEIA TAMBÉM: REVIEW COM AMOR, SIMON
Todo o elenco da série foi muito bem escolhido e são peças chaves para contar uma história importante. Michael Cimino é um protagonista muito carismático que interpreta a jornada de autodescoberta com muita sensibilidade. Só quem é gay e tem uma família difícil de lidar, geralmente religiosa, sabe o quão longo e complexo é o processo de não querer gostar de homens a…

Análise do Conto A Terceira Margem do Rio de Guimarães Rosa

a terceira margem do rio
A Terceira Margem do Rio por Gustavo Lacerda
Autor: Luca Alves

Análise do Conto A Terceira Margem do Rio de Guimarães Rosa


O conto A Terceira Margem do Rio de João Guimarães Rosa (1908-1967) foi publicado na coletânea Primeiras Estórias de 1962 da qual mais 20 outros contos fazem parte. É destaque pelo mistério que gira em torno de uma simples família do interior que do início ao fim vive o drama de ter sua rotina interrompida sem um motivo claro. A história é contada por um personagem não nomeado que não entende os motivos pelos quais seu pai larga tudo para viver em uma canoa. A história tem seu ápice quando, depois de ter arruinado com a vida de todos os membros da família – esposa, filha e filhos – com o fantasma da sua quase ausência, o pai aceita a proposta do seu filho, o narrador não nomeado, de deixar a canoa na condição de que o filho ocupe seu lugar. Desesperado, o filho foge antes de cumprir com sua palavra.

João Guimarães Rosa faz parte do terceiro tempo modernista – a ficção experimental. No contexto do fim da Segunda Guerra Mundial, a terceira geração do movimento modernista, segundo Campedelli e Souza (2002), pregava, entre tantas coisas, as experimentações poéticas diferentes, o abandono do poema-piada defendido pela primeira geração modernista e a poesia de participação social. Os modernistas da ficção experimental defendiam também as narrativas que aproximam a prosa da poesia, narrativas confidenciais em primeira pessoa e narrativas interiorizadas, essas duas últimas características comuns no conto A Terceira Margem do Rio, de Guimarães Rosa.

Para A Terceira Margem do Rio, Guimarães Rosa faz uso de uma nova linguagem e adota experimentalismo como característica principal de sua composição. Em suas composições ele faz referência ao arcaico com o barroco e sua maneira de narrar, adere ao regionalismo mineiro, criando ritmos típicos, porém diferentes, inovadores para o cenário histórico da obra. Sua nova linguagem era universal – se diferenciava das outras por não usar a “estética em excesso”, como destaca Beleboni (2008), da forma como os elitistas usavam, para separar o letrado do iletrado. E os neologismos, tais como o uso do artigo definido na frente dos adjetivos indefinidos, completavam a obra em suas características fieis a realidade; verossímeis.

A Terceira Margem do Rio é o seu conto mais famoso e uma de suas obras mais influentes, inspiração para Milton Nascimento e Caetano Veloso que compuseram A Terceira Margem do Rio, nona faixa do álbum Circulado de 1991. Além disso, o conto de Guimarães Rosa serviu de inspiração para o filme A Terceira Margem do Rio de 1994 dirigido por Nelson Pereira dos Santos. 


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

CAMPEDELLI S. Y., SOUZA J. B. Literatura, Produção de Texto & Gramática - volume único. 3 ed. São Paulo: Saraiva, 2002.

BELEBONI, R. C. Literaturas de Língua Portuguesa VII: Modernismo (III). Batatais: Claretiano, 2008.


Minhas Redes Sociais:


Comentários

Postagens mais visitadas