Pular para o conteúdo principal

Destaques

Future Nostalgia: O TOPO DA ASCENSÃO DA DUA LIPA?

Autor: Luca Alves Future Nostalgia: O TOPO DA ASCENSÃO DA DUA LIPA? Nota: 4/5


É de tamanha excelência a qualidade do Future Nostalgia que foi uma das missões mais difíceis da minha vida expressar em fiéis palavras a extremidade artística positiva que este álbum representa. Estive tenso por tentar não deixar passar nada porque é de uma complexidade e inteligência lírica-compositora tão grande que eu estaria faltando com a honestidade se eu não deixasse muito claro que este álbum é simplesmente O ÁLBUM. E é lindo ver o mínimo, porém impactante amadurecimento da Dua Lipa depois do álbum homônimo porque a ela foi entregue o difícil papel de salvadora da música pop, quando em meados de 2017 ela tomou total protagonismo do gênero com New Rules sendo creditada como um dos pilares que representaria a música pop pelos próximos anos, e facilmente assumiu esse posto, não aproveitando muita coisa do tropical house em dominância no seu primeiro álbum, mas mantendo as composições maduras por um vié…

Referências Artísticas na Capa do Álbum ARTPOP da Lady Gaga

artpop cover
ARTPOP, 2013, Jeff Koons & Lady Gaga


Autor: Luca Alves

Referências Artísticas na Capa do Álbum ARTPOP da Lady Gaga

Há controvérsias sobre a numeração ordinária do ARTPOP em relação a lançamento de álbum da Lady Gaga porque para muitas pessoas, inclusive para a Billboard, o The Fame Monster é um álbum e não um EP. Desde que surgiu com o nome Lady Gaga, Stefani Joanne Angelina Germanotta tem vivido 6 eras durante 10 anos de carreira como cantora com os respectivos trabalhos: The Fame (2008), The Fame Monster (2009), Born This Way (2011), ARTPOP (2013), Cheek to Cheek (2014) e Joanne (2016). Eu não vejo o The Fame Monster como um álbum, mas como um EP, e é essa a lógica que vamos seguir nessa postagem.

ARTPOP é o terceiro álbum de estúdio da Lady Gaga no qual ela mescla muito da cultura pop, tanto na arte quanto no entretenimento. Boa parte da capa do álbum foi produzida pelo artista plástico Jeff Koons que se insere no contexto artístico da pop arte. De autoria de Koons, na capa do álbum, tem a Gazing Ball e a estátua feita da mother monster. 

Além da Gazing Ball de Jeff Koons, a capa do terceiro álbum (ou quarto, se você considerar The Fame Monster um álbum) da Lady Gaga contém outras referencias à arte, como The Birth of Venus (O Nascimento de Vênus) de Sandro Botticelli, I’ve Got it All de Tracey Emin, Apollo and Daphne (Apolo e Dafne) de Gian Lorenzo Bernini e o conteúdo estético (colorido/preto e branco) e poético (imagem desgastada de um produto da mídia) das Marilyn (Marilyn Monroe) de Andy Warhol.


Minhas Redes Sociais:

Comentários

Postagens mais visitadas