Pular para o conteúdo principal

Destaques

REVIEW: MULHER MARAVILHA 1984

Pôster do Filme Autor: Daniel Moreira   REVIEW: MULHER MARAVILHA 1984  Estamos vivendo uma revolução na forma de ver filmes, os serviços de streaming estão cada vez mais conquistando o seu espaço no dia-a-dia dos espectadores e a grande aposta do HBOMAX foi justamente a estreia de um dos maiores filmes do ano no serviço de streaming e nos cinemas ao mesmo tempo. Se isso vai ser o novo normal ou se vai trazer lucros só o tempo dirá, o fato é que Mulher Maravilha 1984 está entre nós. Atenção, essa review pode conter leves spoilers. Um artefato muito antigo criado por um Deus concede aquele que o possui o seu maior desejo, infelizmente vai parar em mãos erradas e a Mulher Maravilha precisa enfrentar o vilão e impedir o fim do mundo. Patty Jankins retorna na direção da sequência, dessa vez muito mais a vontade. Devido ao grande sucesso do primeiro filme, o estúdio deu carta branca pra ela criar a sua versão e isso é refletido nas poucas cenas de ação, nos diálogos profundos e na mensa

Pronomes: Inimigos de Luís Fernando Veríssimo

Luís Fernando Verissimo tumblr
Imagem:@tatooer_dogy

Outro dia, postei Luís Fernando Verissímo e, para quem me segue nas redes sociais, falei de como eu estava apaixonado por Inimigos. Conheci esse texto na faculdade, e não poderia ter feito uma escolha melhor para trabalhar os pronomes demonstrativos, porque, além de toda essa beleza subjetiva, e até corriqueira, que ele carrega, os pronomes são trabalhados de maneira dinâmica. Então, se você não leu ainda, aproveite e leia Inimigos por Luis Fernando Verissímo

O título do texto de Luís Fernando Veríssimo, Inimigos, tem muito que ver com a história de Maria Tereza e Norberto e também com os pronomes em questão, visto que o significado destes no contexto que estão inseridos simbolizam um gradativo distanciamento do casal até chegar no que o título chama de inimigos.

Este, esse e aquele são pronomes demonstrativos referentes à primeira, segunda e terceira pessoa, respectivamente. Os pronomes demonstrativos servem para situar algo no tempo, espaço ou no discurso, e no texto de Veríssimo, eles podem carregar um sentido não tão literal, mas figurado.

De Quequinha, Maria Tereza passa a ser chamada por Norberto de esta mulherzinha (alguém que ainda está próximo dele), depois de essa aí (alguém não tão próximo dele) e, por fim, de aquilo, que, além de ser simbolizar um distanciamento por completo, ainda se trata de um pronome demonstrativo neutro, o que pode soar bem pior do que já está, pois, para ele, ela é nada além de uma coisa qualquer.      

Minhas Redes Sociais:

Comentários

Postagens mais visitadas