Pular para o conteúdo principal

Destaques

GRAMMY: POR QUE A LADY GAGA MERECE LEVAR O PRÊMIO DE ÁLBUM DO ANO?

Autor: Luca Alves GRAMMY: POR QUE A LADY GAGA MERECE LEVAR O PRÊMIO DE ÁLBUM DO ANO?
Há um ano debutava no topo da parada de discos da Billboard o A Star is Born com 231 mil cópias comercializadas no território americano. Pouco mais de um ano desde o seu lançamento, a trilha sonora do Nasce Uma Estrela soma mais de 6 milhões de cópias comercializadas ao redor do mundo e mantém uma estabilidade que talvez supere fácil a marca de 8 milhões de cópias vendidas até o dia da cerimônia do Grammy, que geralmente acontece entre o fim de janeiro e o início de fevereiro. 
Essa não é a primeira vez que a Lady Gaga recebe grande atenção para a principal categoria do Grammy. Quase todos os álbuns da Gaga foram indicados à categoria Álbum do Ano, e todos até o momento não foram bem-sucedidos para os votos da Academia. Em 2008, a Lady Gaga fez uma estréia estrondosa causando impactos notórios à cultura pop com o The Fame, mas só isso não foi o suficiente para a bancada honrar o álbum com o título de …

Segundo Eu Me Chamo Antônio (Pedro Gabriel)

Segundo Eu Me Chamo Antônio
Que tipo de pessoa começa uma série de livros pelo último livro lançado? Eu mesma, Andrea Mello. Aproveitei que eu teria um tempinho na dentista e comprei ali por perto o tão falado Eu Me Chamo Antônio. Só achei o segundo, então foi ele mesmo. Não me julguem até porque é um livro de poesias, então, não necessariamente precisava ler o primeiro para entender o segundo (eu espero, né?)

Segundo Eu Me Chamo Antônioaí mais um livro que eu não recomendo. Primeiro, eu não gosto muito de poesias, salvo poucas exceções. Segundo, ele não tem nada demais. Tem uma ou outra poesia que é interessante. O resto se divide em poesias sem muito sentido e poesias pouco legíveis por causa da fonte usada. 

Segundo Eu Me Chamo Antônio
Segundo Eu Me Chamo Antônio
Talvez eu leia o primeiro na expectativa de que seja melhor do que o segundo, porque vai que ele fez uma seleção de poesias melhores para o primeiro e a segundo foi meio que um "resto". Acontece muito isso. Pelo o que eu vi na página do livro (de onde tudo começou), as poesias do Pedro Gabriel, vulgo Antônio, segue o mesmo padrão, então, né? vou na expectativa de que seja melhor, mas vou com o pézinho firme no chão, preparado para decepção 2.0.

Nota: 1/5 / Editora: Intrínseca/ ISBN: 978-85-8057-735-8 / Páginas: 177

Minhas Redes Sociais:


Comentários

  1. Eu nem me arrisco em pegar esse livro porque tenho certeza que não vou gostar. Poesia não é pra mim, e sua resenha só me deu mais certeza disso. As ilustrações e toda a edição é realmente linda, mas uma obra não se faz de só imagens a serem admiradas né :/

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho vontade de ler ele, pra tirar minhas próprias conclusões.

    diamanteturquesa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem? Eu não curto muito poesia, então provavelmente não vou ler esse livro :/

    www.robsonvascovith.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas