Pular para o conteúdo principal

Destaques

REVIEW: LOVE, VICTOR - 1ª Temporada

Autor: Daniel Moreira
REVIEW LOVE, VICTOR - 1ª Temporada
Love, Victor é uma série original da Hulu (antigamente feita para o Disney+) que conta a história de Victor, um garoto que se mudou para Atlanta e é o mais novo aluno da Creekwood High School, onde vive uma jornada de adaptação e autodescoberta. A série que é uma sequência direta do filme de 2018 Com Amor, Simon, conta com participações especiais dos atores do filme além de ser referenciada em vários momentos, você não precisa assistir ao filme para entender a série, mas com toda certeza faz você ter uma experiência mais intimista.
LEIA TAMBÉM: REVIEW COM AMOR, SIMON
Todo o elenco da série foi muito bem escolhido e são peças chaves para contar uma história importante. Michael Cimino é um protagonista muito carismático que interpreta a jornada de autodescoberta com muita sensibilidade. Só quem é gay e tem uma família difícil de lidar, geralmente religiosa, sabe o quão longo e complexo é o processo de não querer gostar de homens a…

Surrealismo de Christopher McKenney

Christopher McKenney
Fotografia: Christopher McKenney
Nunca fui fã do surrealismo, sempre preferi deixar os dois pezinhos firmes na realidade e fazer bom uso da razão, mas Christopher McKenney me pretendeu à suas fotografias desde que as vi circulando por toda a web e isso pode ter sido por consequência das cores frias e do aspecto vintage que as imagens carregam.

Christopher é um fotógrafo conceitual da Pensilvânia, especialista em fotografias surreais voltadas ao horror e ao trash. Em uma entrevista para o site IGNANT, ele fala sobre de onde vem suas inspirações e o que significa sua arte tanto para ele, quanto para o seu público:

"Depois de se ver, em um dia qualquer de 2012, com nada além de um lençol, uma cadeira e um quadro, ele começou a tirar fotos de si mesmo. Christopher colocou o lençol sobre a sua cabeça, e fotografou seu corpo. 'Eu gosto de tirar toda a identidade quando estou fotografando e também gosto de provocar a imaginação das pessoas. Eu só tiro fotos. Eu só me expresso e cabe as pessoas ver ou imaginar aquilo que elas quiserem. Contanto que eu consiga fazê-as sentir alguma coisa, para mim está tudo bem', diz ele para o site IGNANT.

Christopher McKenney
Fotografia: Christopher McKenney
Christopher McKenney
Fotografia: Christopher McKenney
Christopher McKenney
Fotografia: Christopher McKenney
Você pode conferir mais fotografias no site do rapaz e aproveitar para deixar um oi através da caixa de contato. Não deixe de conferir também as imagens que não estão mais à venda no seu Flickr e Instagram.

Minhas Redes Sociais: 

Comentários

Postagens mais visitadas