Pular para o conteúdo principal

Destaques

REVIEW: MULHER MARAVILHA 1984

Pôster do Filme Autor: Daniel Moreira   REVIEW: MULHER MARAVILHA 1984  Estamos vivendo uma revolução na forma de ver filmes, os serviços de streaming estão cada vez mais conquistando o seu espaço no dia-a-dia dos espectadores e a grande aposta do HBOMAX foi justamente a estreia de um dos maiores filmes do ano no serviço de streaming e nos cinemas ao mesmo tempo. Se isso vai ser o novo normal ou se vai trazer lucros só o tempo dirá, o fato é que Mulher Maravilha 1984 está entre nós. Atenção, essa review pode conter leves spoilers. Um artefato muito antigo criado por um Deus concede aquele que o possui o seu maior desejo, infelizmente vai parar em mãos erradas e a Mulher Maravilha precisa enfrentar o vilão e impedir o fim do mundo. Patty Jankins retorna na direção da sequência, dessa vez muito mais a vontade. Devido ao grande sucesso do primeiro filme, o estúdio deu carta branca pra ela criar a sua versão e isso é refletido nas poucas cenas de ação, nos diálogos profundos e na mensa

Surrealismo de Christopher McKenney

Christopher McKenney
Fotografia: Christopher McKenney
Nunca fui fã do surrealismo, sempre preferi deixar os dois pezinhos firmes na realidade e fazer bom uso da razão, mas Christopher McKenney me pretendeu à suas fotografias desde que as vi circulando por toda a web e isso pode ter sido por consequência das cores frias e do aspecto vintage que as imagens carregam.

Christopher é um fotógrafo conceitual da Pensilvânia, especialista em fotografias surreais voltadas ao horror e ao trash. Em uma entrevista para o site IGNANT, ele fala sobre de onde vem suas inspirações e o que significa sua arte tanto para ele, quanto para o seu público:

"Depois de se ver, em um dia qualquer de 2012, com nada além de um lençol, uma cadeira e um quadro, ele começou a tirar fotos de si mesmo. Christopher colocou o lençol sobre a sua cabeça, e fotografou seu corpo. 'Eu gosto de tirar toda a identidade quando estou fotografando e também gosto de provocar a imaginação das pessoas. Eu só tiro fotos. Eu só me expresso e cabe as pessoas ver ou imaginar aquilo que elas quiserem. Contanto que eu consiga fazê-as sentir alguma coisa, para mim está tudo bem', diz ele para o site IGNANT.

Christopher McKenney
Fotografia: Christopher McKenney
Christopher McKenney
Fotografia: Christopher McKenney
Christopher McKenney
Fotografia: Christopher McKenney
Você pode conferir mais fotografias no site do rapaz e aproveitar para deixar um oi através da caixa de contato. Não deixe de conferir também as imagens que não estão mais à venda no seu Flickr e Instagram.

Minhas Redes Sociais: 

Comentários

Postagens mais visitadas