Pular para o conteúdo principal

Destaques

GRAMMY: POR QUE A ARIANA GRANDE MERECE LEVAR O PRÊMIO DE ÁLBUM DO ANO?

Autor: Luca Alves GRAMMY: POR QUE A ARIANA GRANDE MERECE LEVAR O PRÊMIO DE ÁLBUM DO ANO?
Vivendo o auge comercial da sua carreira, Ariana Grande tem muitos motivos pelos quais ela deveria vencer o Grammy na categoria Álbum do Ano. Lançado em fevereiro do ano passado, o thank u, next, quinto álbum de estúdio da Ariana, teve o melhor desempenho comercial e crítico na carreira da cantora, somando 360 mil exemplares comercializados na primeira semana nos Estados Unidos, garantindo a ela o quarto topo na maior parada de álbuns da Billboard e marcando a maior nota (86) da cantora no Metacritic.
Apostando nas tendencias do trap, gênero que tem rendido bons frutos a uma parte da indústria fonográfica, Ariana Grande obteve o feito histórico de ser a única artista solo a ter três músicas charteando simultaneamente nas três primeiras posições da principal parada de single da Billboard. Feito antes alcançado apenas pelos Beatles, Ariana colocou 7 Rings em primeiro lugar na hot 100, break up with …

Música: That Poppy

That Poppy
Fotografia: iHeart
Eu tenho pensado em escrever sobre música em uma coluna semanal para movimentar essa parte do blog que tem sido esquecida por mim há um bom tempo. Fazendo jus a essa minha vontade, aqui estou, e mesmo que minhas prioridades sejam para a música pop e suas vertentes, cês tão ligados que eu não me restrinjo a um único gênero porque não é esse o roteiro da vida.Viveremos a diversidade.

That (Moriah) Poppy, cujo real nome e idade ela tenta manter em segredo, nasceu e viveu em Nashville, EUA, de onde se mudou há três anos para Los Angeles para investir em sua carreira como cantora.

Atualmente com contrato assinado com a Island Record, ela impulsionou sua trabalho no seu mais recente EP, o Bubblebath, no qual, além de uma série de vídeos promocionais um tanto quanto bizarros feitos sob auxilio do seu produtor Titanic Sinclair, também carrega o seu maior hit (até o momento): Lowlife.

Em um entrevista para o site iHeart, ela diz que "lowlife é sobre viver sozinho por um tempo até conhecer alguém que, de certa forma, vira seu mundo de ponta-cabeça e faz dos seus momentos ruins os melhores momentos da sua vida".


A sua persona leva tantas características que seria algo muito trabalhoso tentar descrevê-la, mas resumidamente, ela seria algo como uma kawaii com traços do neo pop-art, desde no que tange a estética do seus clipes, as roupa, os cenários, capa do EP, até mesmo no conteúdo crítico das músicas e dos seus vídeos.

Minhas Redes Sociais: 

Comentários

Postagens mais visitadas