Pular para o conteúdo principal

Destaques

Future Nostalgia: O TOPO DA ASCENSÃO DA DUA LIPA?

Autor: Luca Alves Future Nostalgia: O TOPO DA ASCENSÃO DA DUA LIPA? Nota: 4/5


É de tamanha excelência a qualidade do Future Nostalgia que foi uma das missões mais difíceis da minha vida expressar em fiéis palavras a extremidade artística positiva que este álbum representa. Estive tenso por tentar não deixar passar nada porque é de uma complexidade e inteligência lírica-compositora tão grande que eu estaria faltando com a honestidade se eu não deixasse muito claro que este álbum é simplesmente O ÁLBUM. E é lindo ver o mínimo, porém impactante amadurecimento da Dua Lipa depois do álbum homônimo porque a ela foi entregue o difícil papel de salvadora da música pop, quando em meados de 2017 ela tomou total protagonismo do gênero com New Rules sendo creditada como um dos pilares que representaria a música pop pelos próximos anos, e facilmente assumiu esse posto, não aproveitando muita coisa do tropical house em dominância no seu primeiro álbum, mas mantendo as composições maduras por um vié…

Música: That Poppy

That Poppy
Fotografia: iHeart
Eu tenho pensado em escrever sobre música em uma coluna semanal para movimentar essa parte do blog que tem sido esquecida por mim há um bom tempo. Fazendo jus a essa minha vontade, aqui estou, e mesmo que minhas prioridades sejam para a música pop e suas vertentes, cês tão ligados que eu não me restrinjo a um único gênero porque não é esse o roteiro da vida.Viveremos a diversidade.

That (Moriah) Poppy, cujo real nome e idade ela tenta manter em segredo, nasceu e viveu em Nashville, EUA, de onde se mudou há três anos para Los Angeles para investir em sua carreira como cantora.

Atualmente com contrato assinado com a Island Record, ela impulsionou sua trabalho no seu mais recente EP, o Bubblebath, no qual, além de uma série de vídeos promocionais um tanto quanto bizarros feitos sob auxilio do seu produtor Titanic Sinclair, também carrega o seu maior hit (até o momento): Lowlife.

Em um entrevista para o site iHeart, ela diz que "lowlife é sobre viver sozinho por um tempo até conhecer alguém que, de certa forma, vira seu mundo de ponta-cabeça e faz dos seus momentos ruins os melhores momentos da sua vida".


A sua persona leva tantas características que seria algo muito trabalhoso tentar descrevê-la, mas resumidamente, ela seria algo como uma kawaii com traços do neo pop-art, desde no que tange a estética do seus clipes, as roupa, os cenários, capa do EP, até mesmo no conteúdo crítico das músicas e dos seus vídeos.

Minhas Redes Sociais: 

Comentários

Postagens mais visitadas