Pular para o conteúdo principal

Destaques

REVIEW THE MIDNIGHT GOSPEL - 1ª Temporada

Autor: Daniel Moreira
REVIEW THE MIDNIGHT GOSPEL - 1ª Temporada
Antes tarde do que nunca! Mais de 4 mês após o lançamento de The Midnight Gospel na Netflix eu finalmente fui assistir a essa viagem filosófica.  Talvez a minha nova smart TV gigantesta tenha contribuído para eu começar a apreciar os visuais psicodélicos e surreais do podcast, digo, do seriado.
Acompanhamos a história de Clancy, um podcaster que viaja através de um simulador de universos procurando boas histórias, cada episódio o nosso protagonista visita um mundo diferente e grava entrevistas para transmitir para quem quiser ouvir. Criada por Pendleton Ward de Hora de Aventura e Duncan Trussell, comediante e host do podcast  Duncan Trussell Family Hour, que serviu de inspiração e fonte direta para todos episódios.
O tema principal da série é a influência do apocalipse na vida das pessoas, quais são as reverberações que tal acontecimento gera, por isso, em cada episódio mostra o Clancy acompanhando o final de um mundo. Qu…

Euro Truck Simulator 2

Euro Truck Simulator 2
Imagem: divulgação

Eu, sinceramente, não sei de onde surgiu esse jogo aqui no meu computador, mas, caramba, obrigado aí, ele tem sido minha salvação nos momentos ociosos (sempre, né, querido?). Recentemente, tem sido o Paciência Spider na minha vida, sério. Isso só pode ser obra divina, cara.

Ele é um jogo em primeira pessoa, o que me fez odiá-lo um pouquinho. Detesto esse tipo de jogo. Não lido muito bem com o fato da personagem ser eu. Tem a ver com a jogabilidade que me deixa perdido com a câmera, braços flutuantes e coisas que surgem de repente na minha tela. Lembro de Call Of Duty, Half Life, Counter-Strike e dos altos sustos que levei jogando esses maravilhosos jogos em primeira pessoa. Ótimas experiencias. NOT!

Mas, vai, ele nem tem nada de tão assustador assim, exceto alguns motoristas barbeiros que surgem do nada na tua frente quando você anda na contramão. Nada demais. Saudades GTA,e de quando você podia simplesmente detonar o carro de um qualquer e não levava multa ou somava danos no seu automóvel, o que lhe custa dinheiro no final da entrega no Euro Truck. Porque, afinal, essa é a função do jogo: você deve fazer entregas por toda Europa, baseando-se em algumas regras estabelecidas pela empresa que você escolher, até que, com o dinheiro do seu trabalho, você monte a sua própria empresa.

Você inicia o jogo com nada além de um caminhão e uma garagem caindo aos pedaços. Sua entregas podem ser escolhidas através dos quesitos que lhe convir: peso da carga, distância, ganhos financeiros e tempo de entrega. Nada adiantava no meu caso. Sempre tenho o meu salário reduzido por bater muito, por chegar atrasado, sei lá, por qualquer motivo que seja. Eu sou um perigo no volante.

Nele, você vive de fato a vida de um caminhoneiro. Você tem que parar pra dormir quando chegar ao seu limite, deve fazer visitas frequentes a oficinas, se torturas para estacionar e para passar por ruelas. Nunca dirigi um caminhão, mas a sensação é diferente, chega a ser bem real.

O gráfico é mediano. Nada decepcionante, nem surpreendente. Eu gostei da jogabilidade, apesar de não gostar muito de câmeras manuais. Jogando pelo PC você pode ajustar a posição desejada e não acontece dela girar por acidente. Você também pode ajustar os comandos (acelerador, freio, luzes, etc, etc), e o jogo conta com uma variedade de cidades europeias e suas autoestradas disponíveis para barbeiragens à vontade.

Comentários

Postagens mais visitadas