Pular para o conteúdo principal

Destaques

Future Nostalgia: O TOPO DA ASCENSÃO DA DUA LIPA?

Autor: Luca Alves Future Nostalgia: O TOPO DA ASCENSÃO DA DUA LIPA? Nota: 4/5


É de tamanha excelência a qualidade do Future Nostalgia que foi uma das missões mais difíceis da minha vida expressar em fiéis palavras a extremidade artística positiva que este álbum representa. Estive tenso por tentar não deixar passar nada porque é de uma complexidade e inteligência lírica-compositora tão grande que eu estaria faltando com a honestidade se eu não deixasse muito claro que este álbum é simplesmente O ÁLBUM. E é lindo ver o mínimo, porém impactante amadurecimento da Dua Lipa depois do álbum homônimo porque a ela foi entregue o difícil papel de salvadora da música pop, quando em meados de 2017 ela tomou total protagonismo do gênero com New Rules sendo creditada como um dos pilares que representaria a música pop pelos próximos anos, e facilmente assumiu esse posto, não aproveitando muita coisa do tropical house em dominância no seu primeiro álbum, mas mantendo as composições maduras por um vié…

As Doze Tribos de Hattie (Ayana Mathis)

As Doze Tribos de Hattie
Tenho uma linda história para contar sobre As Doze Tribos de Hattie. Faltei aula e fui dar um rolezinho. Entrei nas Americanas para comprar um filme e levei um livro. Não estava nos meus planos.

Eu peguei o filme, o livro estava 20, fui pro térreo da loja e vi que a borda do DVD estava coisada. Subi pra trocá-lo, o livro estava 10, parei e levei. Quando passei no caixa a moça me perguntou "As Doze Tribos de quem?". Eu olhei para ela com essa cara > '-' < e lá estava o livro por 6 reais. Incrível.  Fico todo emocionado quando encontro livros por precinhos marotos como esse. Fico todo arrepiado.


As Doze Tribos de Hattie

Dei uma lida na sinopse antes e ela tinha me agradado, mas, gente, não julguem um livro pela sinopse. Esse livro é bem mais do que palavras podem descrever. 

Amargurada após a morte dos gêmeos Jubileu e Filadélfia, Hattie vive na Pensilvânia, para onde imigrou por questões raciais.  O livro conta como a família Shepherd chega e se estabelece na Filadélfia e a cada capítulo mostra, do ponto de vista de alguns membros da família, de forma cronológica, como isso ocorreu.    

As Doze Tribos de Hattie
As Doze Tribos de Hattie
O livro é muito bem narrado e muito bem traduzido. O tema é outro assunto a ser discutido. A autora consegue evidenciar o quão dura pode ser a vida sendo negro, independente da sua época. Outros temas secundários também estão inclusos dentro dos 10 capítulos como, por exemplo, a homossexualidade, ambição, religião e adultério.

Momento piadinha: eu achava que minha família era problemática, mas depois que conheci a da Hattie tive que rever meus conceitos. Para cada filho, um problema mirabolante que já te deixa pensando o o quão louco deve ser o próximo capitulo. Mas isso não se torna um ponto negativo. Pelo contrário, só deixa a leitura mais excitante. 

As Doze Tribos de Hattie
O livro tem páginas amareladas e um pouco grossinhas. Não gostei muito da capa e da sua cor, parece um livro qualquer, sem uma boa história. O nome tem pouca ligação com a história em si e quem julga livro pela capa já teria dançado. Seria trouxa. Não julguem livro pela capa e escovem os dentes.

Editora: Intrínseca / Páginas: 224 / ISBN: 9788580574920

Comentários

  1. Égua, já eu gostei muito dessa capa, quero sim um livro laranja hausha Eu curto histórias que se passam dentro de famílias, e já que você falou que é uma toda cheia de problema me animou mais pra ler. Queria que o preço dos livros abaixassem tão rápido assim, iria comprar tudo

    enquantotipico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Haha, gostei marcela *------*
    Lindas as fotos ♥♥♥

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas